O PRECIOSO SANGUE DE JESUS

Por: David Wilkerson

O sangue de Jesus Cristo é, sem dúvida, o presente mais precioso que nosso Pai celestial deu à Sua Igreja. Contudo muito poucos cristãos entendem o seu valor e virtude.
Os cristãos freqüentemente cantam o poder do sangue. De fato, o hino da igreja pentecostal é "Há poder, poder, poder milagroso no precioso sangue do Cordeiro." Mas a maioria dos crentes raramente ingressa no poder deste sangue. 

Simplesmente não conhecemos o grande significado do sangue. Por exemplo: constantemente "invocamos o sangue" como um tipo de fórmula mística de proteção. Mas poucos cristãos podem explicar sua grande glória e benefícios. 


Se eu lhe perguntasse o que "poder do sangue" significa, você poderia responder, "Significa que os meus pecados foram redimidos -- que estou livre do cativeiro da iniquidade -- que todos os meus pecados estão cobertos." Mas além do perdão, o que o sangue de Jesus Cristo significa para você? Poderia você explicar a mim, à sua família, a um colega de trabalho qual o valor e a virtude do sangue de Jesus? 

Quero lhe dar um entendimento maior da preciosidade do sangue de Jesus -- e como pode realizar mudanças maravilhosas na sua vida! 
 
1. Nas Escrituras o Sangue é Citado de Duas Maneiras  
Sangue Derramado e Sangue Aspergido!

A maioria dos cristãos sabe a respeito do sangue que Jesus derramou por nós. Quando Cristo levantou o cálice na última Páscoa, disse: 

"...Este é o cálice da nova aliança no meu sangue, derramado em favor de vós." (Lucas 22:20)
Comemoramos Seu sacrifício todas as vezes que participamos da comunhão. Mas este é o limite de conhecimento da maioria dos cristãos sobre o sangue de Jesus. Sabemos somente sobre o sangue sendo derramado e nada sobre sendo aspergido! 


A primeira referência bíblica à aspersão do sangue está em Êxodo 12:22. Foi ordenado aos israelitas que pegassem um molho de hissopo, e que este fosse molhado no sangue de um cordeiro sacrificado, e aspergido na verga da porta e suas umbreiras. Naquela noite, quando o anjo exterminador viesse e visse o sangue na umbreira da porta, ele passaria a casa. 

Por favor entenda -- enquanto o sangue era deixado na bacia, ele não tinha nenhum efeito; era meramente sangue que havia sido derramado. O sangue adquiriu poder para salvar somente quando foi levantado da bacia e aspergido. 

Por que não poderiam os israelitas simplesmente ter deixado a bacia na soleira da porta e dito: "Não importa o que faremos com ele. Além do mais, sangue é sangue"? Suponha que tivessem colocado a bacia em uma mesa coberta com uma toalha de linho, ou em um pedestal atrás da porta? 

Eu digo o que teria acontecido: o anjo da morte teria ferido esta casa! Para cumprir seu propósito de proteção, o sangue teria que ser retirado da bacia e aspergido na porta.
Este sangue de Êxodo 12 é um tipo do sangue de Cristo. O sangue derramado no Calvário não foi desperdiçado -- ele não caiu no chão e desapareceu. Não, este precioso sangue foi coletado em uma fonte celestial. 

Há um hino evangélico que diz, "Há uma fonte cheia de sangue, e pecadores mergulhados nesta corrente perdem sua culpa e mancha..." Contudo este conceito não é bíblico; nós não mergulhamos no sangue e nem nadamos nele. Não -- ele é aspergido sobre nós. Se Cristo é o Senhor de sua vida, então o umbral de sua porta -- seu coração -- foi aspergido com Seu sangue. E esta aspersão não é somente para o perdão -- mas também para proteção! 

Quando você é aspergido, você está totalmente sob a proteção do sangue de Cristo, contra todos os poderes destruidores de Satanás. Quando as tropas dele vêem o sangue de Cristo no umbral de sua porta, elas passam por você. Elas não lhe tocam -- porque não podem tocar alguém aspergido com o sangue de Cristo! 

Então, veja, a preciosidade do sangue tem muito mais do que perdão. O sangue de Jesus não foi deixado na bacia -- mas foi retirado de lá e aspergido em nosso coração. E está esperando para ser aspergido nos umbrais dos corações ao redor do mundo! 

Há também uma aspersão de sangue citada em Êxodo 24: 1-11. Nesta passagem, Deus fez um acordo com Israel. Ele prometeu, " Se obedecerem às Minhas palavras, serei Deus para vocês, e vocês serão o Meu povo." 

Depois que Moisés leu a lei para o povo, eles responderam, "Nós entendemos -- e obedeceremos." 

Eles concordaram com o acordo feito com o Senhor. 

Agora, este acordo tinha que ser selado -- para ser confirmado e se tornar válido -- e isto só poderia acontecer através da aspersão de sangue sobre eles. Hebreus nos diz que Moisés "...tomou o sangue...e aspergiu não só o livro, como também sobre todo o povo..." (Hebreus 9:19) 

O sangue derramado de oferendas queimadas era mantido em uma bacia. Moisés pegou um pouco deste sangue e despejou parte dele sobre o altar. Depois ele pegou hissopo, mergulhou-o na bacia e aspergiu um pouco do sangue nos doze pilares (representando as doze tribos de Israel). Finalmente, Moisés mergulhou o hissopo na bacia e aspergiu o sangue sobre o povo. Este sangue cobrindo povo, selou o acordo! 

Fica claro na passagem acima que a aspersão do sangue deu aos israelitas pleno acesso a Deus, com alegria. Nesta ocasião o sangue não tinha nada a ver com perdão e remissão de pecado -- mas, antes, com comunhão. Eles agora ficaram santificados, purificados -- preparados para estarem na presença de Deus. 

Depois Moisés, Nadabe e Abiú e os setenta anciãos subiram o monte para se encontrarem com Deus. E o Senhor apareceu a eles, vindo por um caminho feito de pedras de safira. Estes homens viram, diante deles, uma mesa arrumada -- e a Escritura infere que eles, com naturalidade, conforto e sem temor de julgamento, se sentaram na presença de Deus e comeram e beberam com Ele: 

"Ele não estendeu a mão sobre os escolhidos dos filhos de Israel; porém eles viram a Deus, e comeram, e beberam." (Êxodo 24:11) 

Isto é simplesmente maravilhoso! Estes homens puderam comer e beber na real presença de Deus -- considerando-se que pouco tempo antes, eles tinham temido por suas vidas. Tudo porque o sangue foi aspergido -- e eles entenderam a segurança, o poder, a proteção que havia nele. Eles não tiveram medo! 

Amados, atualmente estamos em uma nova aliança com Jesus Cristo -- uma aliança selada pelo Seu próprio sangue. E hoje, igualmente, quando o Seu precioso sangue é aspergido em nossa alma, é com o propósito de comunhão. Assim sendo, você pode corajosamente -- com naturalidade, sem temor de julgamento -- entrar na presença de Deus para comunhão. A você foi dado acesso a Ele, sem nenhum pecado que o condene. Você está livre para conversar com Deus e usufruir da Sua companhia! 

Uma das mais importantes aspersões de sangue era feita pelo sumo sacerdote. Uma vez por ano ele entrava no Santo dos Santos para fazer expiação, que significa "reconciliação." Este procedimento pretendia limpar os pecados do povo, e assim eles podiam ser reconciliados e ter comunhão outra vez com o Pai celestial. 

O sacerdote carregava para dentro do Santo dos Santos um punhado de incenso, um incensário com carvão fumegante do fogo do altar, e um recipiente com o sangue de um novilho imolado. Dentro do Santo dos Santos havia uma arca, em cima da qual repousava uma tampa de ouro puro com um aba ao redor dela. Este era o propiciatório onde Deus "se assentava"; era a Sua verdadeira presença. O propiciatório tinha dois querubins de ouro, um de cada lado, cujas asas cobriam-no. 

Depois de se purificar em uma elaborada cerimônia, o sacerdote entrava no Santo dos Santos com grande respeito e temor. Ele colocava o incenso no fogo, ascendendo uma fumaça aromática. (Isto representava as orações de Cristo, intercedendo pelo Seu povo. Jesus sempre se senta à direita do Pai, intercedendo pelos santos.) 

Depois o sacerdote molhava o seu dedo no sangue e aspergia-o sete vezes sobre o propiciatório: 


"Tomará o sangue do novilho e, com o dedo, o aspergirá sobre a frente do propiciatório; e diante do propiciatório, aspergirá sete vezes do sangue, com o dedo." (Levítico 16:14)
Quando o sangue era aspergido no assento de Deus, se consumava a remissão de todos os pecados, e eram cobertos todos os pecados do passado. Quando o sumo sacerdote saía, o povo sabia que Deus havia aceito o sacrifício, e que seus pecados haviam sido perdoados. Israel nunca duvidou disto! 

Amados, nós também temos um sumo sacerdote -- Jesus, nosso Senhor. E Ele é o nosso Sumo Sacerdote, não somente uma vez por ano, mas o tempo todo -- até o fim do mundo! Jesus levou Seu próprio sangue para o verdadeiro propiciatório -- à presença de Deus, o Santo dos Santos -- e ofertou-o para a remissão de todos os pecados, de todos os crentes, de todos os tempos. Esta foi a aspersão final!

A respeito deste ato as escrituras dizem: 



"Não por meio de sangue de bodes e de bezerros, mas pelo seu próprio sangue, entrou no Santo dos Santos, uma vez por todas, tendo obtido eterna redenção." (Hebreus 9:12)
"Muito mais o sangue de Cristo...purificará a nossa consciência de obras mortas, para servirmos ao Deus vivo!" (versículo 14). 


"...para comparecer, agora, por nós, diante de Deus" (Hebreus 9:24)
Jesus levou Seu próprio sangue aos céus por nós! E ele não está ali simplesmente guardado como uma lembrança. É para ser aspergido sobre todos aqueles que vão até Ele pela fé!

2. Como o Sangue de Jesus é
Aspergido no Coração? 

É triste verificar que muitos crentes não usufruem do poder e da virtude do sangue de Jesus. A escritura mostra-nos claramente -- é importante sabermos como o sangue foi aspergido nos nossos corações. Isto é realizado de duas maneiras:
  • O sangue é aspergido sobre nós pelo Espírito de Cristo, que vive em nós.
Jesus asperge Seu próprio sangue em nós quando, pela fé, nós recebemos Sua obra completada no Calvário. Esta não é uma aspersão física; antes, é uma transação legal e espiritual. Ele asperge o sangue nos nossos corações em resposta à nossa fé. O sangue de Jesus não produzirá algum efeito nas nossas almas, até que verdadeiramente creiamos no poder de Seu sacrifício no Calvário. 


"A quem Deus propôs, no seu sangue, como propiciação [reconciliação], mediante a fé..." (Romanos 3:25). 

Igrejas em todo mundo tomam parte regularmente da comunhão. Contudo, Paulo nos adverte para não "tomar o cálice indignamente." Ele aqui não se refere a participar da mesa da comunhão depois que tivermos falhado em algo; sabemos que se nos arrependemos do nosso pecado, Jesus nos perdoará e nos limpará de toda iniquidade.

Não -- acredito que Paulo esteja dizendo que devemos entender adequadamente o corpo de Cristo. Ele está falando sobre irmos à mesa do Senhor, bebendo o simbólico cálice do Seu sangue -- não acreditando, contudo, no poder deste sangue! Tem a ver com permanecer em condenação e medo -- não crendo que o sangue de Cristo nos justificou e santificou aos olhos de Deus.

Muitos crentes acham-se excluídos da maravilhosa experiência da mesa do Senhor, porque não vão, com fé, ao sangue. Paulo está dizendo, "Não é de admirar que muitos dentre vocês estejam doentes. Vocês estão fracos porque não acreditam na vitória total do sangue de Cristo!"


Tais cristãos estão dizendo, em essência, "Sei que é maravilhoso ser justificado pelo sangue de Jesus Cristo. Mas ainda tenho dificuldades em crer que o Senhor me considere justo. Afinal, eu ainda não cheguei lá. Eu ainda me esforço."
Amados, a verdadeira evidência da fé é o repouso! Se você crê de todo o seu coração, isso leva a sua consciência e a sua alma ao repouso. E quando vai à Ceia do Senhor e participa do cálice, você pode dizer, "Eu creio que estou salvo, perdoado, curado, porque creio no sangue. Eu confio nele!"

  • O sangue de Jesus é aspergido sobre a nossa alma através da pregação do Espírito Santo.
Quando você ouve Cristo e Seu sangue sendo exaltado em pregação do Espírito Santo, saiba que o sangue está sendo aspergido! 

Quando Filipe pregou o evangelho para o eunuco, o coração deste homem foi impressionado pela palavra. Imediatamente pediu para ser batizado.
Filipe disse a ele, "...É lícito, se crês de todo coração..." (Atos 8:37).
Igualmente, todas as vezes que você se comove com a pregação ungida do Espírito Santo, gritando, "Senhor por favor, me dê toda Sua verdade" -- você está sendo aspergido com o sangue de Cristo, pela fé! 

Neste momento, você pode estar querendo saber, "Como posso saber se o sangue foi aplicado ao meu coração?" Eis aqui três maneiras de você saber se foi aspergido pelo sangue:

  1. Se você atualmente está querendo andar na luz, permitindo que Espírito Santo evidencie todas as trevas que há em você, saiba que foi aspergido. "Se, porém, andarmos na luz, como ele está na luz, mantemos comunhão uns com os outros, e o sangue de Jesus, seu Filho, nos purifica de todo pecado." (1 João 1:7)
    João claramente está falando de alguém que está amando a Palavra, sem medo de reprovação -- que diz, "Senhor, brilhe a luz do Seu Espírito Santo em todas as fendas do meu coração. Eu quero andar na luz." Se você ama a luz, é um claro sinal que foi aspergido!
  2. Se você clama pelo poder e autoridade do sangue de Cristo quando está sob o ataque inimigo, saiba que foi aspergido. Quando aqueles que não foram aspergidos têm problemas, chamam seu melhor amigo ou um conselheiro, chafurdam no medo e condenação. Mas aqueles aspergidos pelo sangue imediatamente contam com o sangue de Jesus! Freqüentemente escutamos nos círculos cristãos a frase "invocar o sangue". Mas este não é um termo das escrituras. A palavra invocar aqui significa "justificar"; dando a entender mendigar, implorar. E esta é uma atitude defensiva.
    Eu acredito que a nossa atitude deve ser mais firme do que esta. Nós somos guerreiros -- comprados pelo sangue, salvos pelo sangue, mais do que vencedores por meio de Jesus Cristo! Não estamos em um tribunal com o diabo, defendendo uma causa. Não -- nós somos vitoriosos! Jesus conquistou a vitória por nós; Seu sangue prevaleceu. E creio que o nosso grito de guerra deveria ser, "Eu proclamo a vitória do sangue de Jesus!" Eu sou lavado, comprado, justificado, salvo, resgatado pelo sangue. E proclamo a vitória do sangue de Jesus!"

  3. Quando você está tão seguro do poder de purificação e de justificação do sangue que sua consciência não mais lhe condena, saiba que o sangue foi aspergido em você. Sua consciência realiza um trabalho prejudicial quando não lhe desperta ou não lhe anima a obedecer o evangelho. Ela é prejudicial quando desnecessariamente condena-o, acusa-o; quando traz, constantemente, à sua memória o quanto você falhou com Deus, causando depressão e medo.
    Mas quando você descansa totalmente no poder de purificação e justificação do sangue de Jesus -- quando você assume o controle da sua consciência no Espírito -- ela não é mais acusadora; antes, produz resultados adequados. Quando o diabo levanta uma má acusação, sua consciência proclama a vitória do sangue! "Aproximemo-nos, com sincero coração, em plena certeza da fé, tendo o coração purificado de má consciência..." (Hebreus 10:22)
Uma consciência serena, purificada é sinal de ter sido aspergido com o Seu sangue!

3. Quais São os Benefícios
Que Fluem do Sangue de Jesus
Uma Vez Que o Seu Coração
Foi Aspergido ?
  • O sangue de Jesus nos redime do pecado e do poder das trevas.
"No qual temos a redenção pelo seu sangue..."(Efésios 1:7)
Nós não estamos mais sob condenação ou embaixo do medo!
Muitas pessoas foram redimidas e justificadas pelo sangue -- mas não sabem disso, porque vivem com medo e em condenação. Foi lhes concedido fé no Senhor -- mas não entraram na glória de serem justificadas pelo sangue.
São como um homem que contraiu uma enorme dívida e não podia pagá-la. O seu abastado chefe surge e paga a conta sem contar ao empregado -- depois chama-o para lhe dar a boa notícia.
O homem senta-se, recebe o dossiê com a relação das dívidas, e folheia as páginas para ver a lista de contas acumuladas. Ele pensa, "Eu nunca serei capaz de pagar tudo isto. Vão me colocar na cadeia!"
Quando o chefe vê o semblante apreensivo do seu empregado, fica perplexo. Ele diz, "Perdão -- você olhou a página um?" O homem folheia o dossiê de volta à primeira página, onde lê: "Pago integralmente."
Muitos cristãos são como este homem: não sabem que os seus pecados foram cobertos, pagos integralmente! Temos que adquirir este conhecimento, pela fé, de maneira a obter o benefício " que é a paz com Deus!
  • O sangue de Jesus comprou toda a igreja de Deus.
"...para pastoreardes a Igreja de Deus, a qual ele comprou com o seu próprio sangue" (Atos 20:28). A igreja de Cristo não está à venda! Esqueça a idéia de Satanás destruindo Sua igreja. Não torça as mãos, lastimando-se, "Ó não, a igreja está indo para o inferno." Não -- ela está indo para o céu! Por que? Porque foi comprada pelo sangue para a eternidade!
  • O sangue de Jesus derrubou todas as paredes.
"Mas agora em Cristo Jesus, vós, que antes estáveis longe, já pelo sangue de Cristo chegastes perto. Pois ele é a nossa paz, o qual de ambos os povos fez um, e destruiu a parede da separação, a barreira de inimizade que estava no meio" (Efésios 2:13-14).
Na Igreja de Times Square, isto tem um grande significado. Mais de setenta nacionalidades congregam nela, mas nossa igreja não tem paredes, nem nacionalidades. Somos todos um em Cristo -- uma igreja aspergida pelo sangue. Na verdade, aqueles que foram aspergidos pelo sangue não tem mais paredes. Todas elas desmoronaram!
  • O sangue de Jesus nos santifica.
"...o sangue de Jesus Cristo, seu Filho, nos purifica de todo pecado" (1João 1:7) Isto deveria colocar no seu rosto um grande sorriso de confiança. Você está santificado -- completamente aspergido! Esta é uma tarefa contínua do Espírito.
  • O sangue de Cristo venceu Satanás e o afugentou.
"Eles o venceram pelo sangue do Cordeiro, e pela palavra do seu testemunho...." (Apocalipse 12:11) Qual é a palavra do testemunho? É simplesmente esta: "Eu acredito no sangue! Eu comprovo o poder dominador e vencedor do sangue de Jesus -- e proclamo sua vitória total!"
Se você quer dominar o diabo, permaneça no sangue -- e proclame o seu poder!
  • O sangue nos dá acesso ao Santo dos Santos -- ao nosso Pai Celestial -- sem repreensão.
"Portanto, irmãos, tendo ousadia para entrar no Santo dos Santos, pelo sangue de Jesus..." (Hebreus 10:19). Devemos ir ousadamente ao nosso Pai -- sem medo!

4. O Que Deus Espera de Nós
Uma Vez Tendo Sido Aspergidos
Com o Sangue de Jesus?
 

Estamos de qualquer forma obrigados à aspersão? Sim -- e muito! Se tivermos sido aspergidos pelo sangue de Jesus, somos ordenados a fazer duas coisas:
  1. Viver na paz -- e nunca mais duvidar! Quando Moisés aspergiu sangue nos israelitas pecadores, eles nunca sequer duvidaram que foram perdoados ou aceitos por Deus. Eles confiaram naquela aspersão!
    Atualmente, o sangue aspergido em nós não é de touro, cabra ou ovelha -- mas de Cristo, o Cordeiro de Deus. E mesmo assim temos mais dúvida, mais medo, que aqueles israelitas! Martinho Lutero disse que era uma blasfêmia trazermos de volta para nós todos os pecados colocados sobre Cristo. Eu concordo! É um absoluto sacrilégio em termos de medo, culpa, condenação -- dizer, "A Bíblia diz que pela fé estou limpo, justificado e protegido do poder de Satanás -- mas eu não posso acreditar que coisa tão gloriosa seja possível!"
  2. Nós temos que louvar Deus com um coração agradecido -- nunca duvidando!.
Nos é ordenado agradecer a Deus pelo precioso sangue de Jesus, com grandes louvores:
  • "...mas também nós gloriamos em Deus por nosso Senhor Jesus Cristo, por intermédio de quem recebemos, agora, a reconciliação" (Romanos 5:11).
  • "Alegrai-vos no Senhor, e regozijai-vos, vós os justos; e cantai alegremente, todos vós que sois retos de coração" (Salmos 32:11).
  • "Bem aventurado o povo que conhece o som festivo..." (Salmos 89:15).
  • "Regozijar-me-ei muito no Senhor, a minha alma se alegra no meu Deus; pois me vestiu com vestidos de salvação, me cobriu com o manto de justiça..." (Isaías 61:10).
Proclame a vitória do sangue de Jesus na sua vida. E comece a louvá-Lo agora pela promessa daquele grande dia de redenção que está por vir. Amém!

FONTE

0 comentários:

Postar um comentário

Comente, Questione, Critique, Aconselhe, Tire Dúvidas.

Mas difamações, ataques pessoais, trollagens, xingamentos, atitudes de intolerância, assim como comentários à serviço de militâncias políticas e religiosas não serão aceitos!

Fica reservado ao Blog Filhos de YHWH ou não, de comentários anônimos.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

468x60

energia a preço justo
Nelson Neto. Tecnologia do Blogger.
 
Filhos de Yhwh © 2012 | Designed by Nelson Neto