SATANISMO - ROCK AND ROLL SLAYER - PARTE 6/6

O Rock da Morte
CAPA DO ALBÚM

"Mate! Mate! Mate!", diz a música dos metaleiros do Slayer. O nome do conjunto significa "assassino". O Slayer é uma das bandas mais populares entre os jovens americanos. As letras descrevem torturas, sacrifícios humanos, culto ao diabo, canibalismo, necrofilia. Letras que, segundo um casal nos EUA, inspiraram o assassinato da filha deles. 

A mãe mostra a foto de Elyse e diz que é difícil acreditar que ela tenha sido morta de forma tão brutal. Elyse tinha 15 anos quando desapareceu, em 95. Ela saiu de casa escondida, após receber o telefonema de uns amigos. Eram três rapazes. Eles a levaram para um matagal, a pouco mais de um quilômetro da casa dela. Amarraram Elyse com correias e começaram a esfaqueá-la. Elyse gritava "Parem, pelo amor de Deus". Chamava pela mãe. Mas os rapazes só pararam depois que ela morreu. 

O corpo de Elyse só foi encontrado oito meses depois, quando a polícia finalmente descobriu os assassinos: Royce Casey, de dezesseis anos, Joseph Fiorella, de catorze e Jacob Delashmutt, de dezesseis. Eles confessaram o crime e deram o motivo: era um sacrifício humano ao diabo, inspirado diretamente por uma música dos metaleiros do Slayer, "Altar do Sacrifício". A letra diz: "Aproximando do altar da morte/ Derramando o sangue de uma virgem/ A morte é um sacrifício para Satã/ Obedeça ao demônio". 

Royce foi condenado à prisão perpétua. Os outros dois criminosos, a 25 anos cada. As penas não bastaram para os pais da jovem. Eles decidiram processar o conjunto Slayer e a gravadora dos metaleiros como cúmplices do crime. 

Hollywood já tinha sido ré num processo parecido, quando um casal de jovens teria cometido uma série de crimes violentos depois de ver o filme "Assassinos por Natureza".O caso mais famoso, até agora, foi contra o cantor Ozzy Osbourne, processado porque a música chamada "Suicídio é a Solução" teria levado um rapaz de 16 anos a se matar. 

O advogado dos pais de Elyse diz que a indústria fonográfica lucra com a violência que vende para os jovens e que, como os filmes pornográficos, as músicas violentas precisam ter censura. Esse tipo de música realmente leva os jovens a matar e morrer? Nós levamos a pergunta a um psicólogo da Universidade de Columbia. 

John Broughton trabalha em escolas secundárias em áreas pobres de Nova Iorque. Ele é especialista em violência juvenil. Acha que os jovens procuram na música e no cinema um espelho das fantasias que eles imaginam: "O perigo é quando o adolescente é psicótico e não percebe a diferença entre fantasia e realidade", ele diz. 

A indústria fonográfica, para John, deveria se preocupar com o que vende. Mas para o especialista, o grande perigo mesmo está na Internet. Nela, segundo John Broughton, os jovens encontram tudo o que quiserem saber sobre armas e assassinatos. 

Foi na internet que Dylan Klebold e Eric Harris encontraram tudo o que precisavam saber, antes de invadir a escola de Columbine, onde mataram doze estudantes e um professor, e se suicidaram.

Slayer acusado de assassinato

O Slayer está sendo acusado de ser o responsável de um assassinato que rolou na cidade de San Luis Obispo, na Califórnia. Uma garota chamada Elyse Pahler, de quinze anos, foi assassinada por três adolescentes: Jacob Delashmutt, Joseph Fiorella e Royce Casey, que, depois de matá-la, praticaram necrofilia. O corpo da vítima foi encontrado oito meses após do homicídio, só depois que Royce confessou o crime para um pastor local. 

Quando foram pegos, Joseph contou para a polícia que eles costumavam ficar acordados até tarde tomando drogas e escutando Slayer. A família de Elyse está processando a banda porque, segundo ela, as músicas “Postmortem” e "Dead Skin Mask" dão as instruções para perseguir, estuprar, torturar e cometer necrofilia. 

O Slayer se defende dizendo que está protegidos por uma lei da constituição norte-americana que garante a liberdade de expressão. Os três assassinos estão presos e cumprem 25 anos de sentença. 

Um juiz da Califórnia encerrou o processo que o Slayer estava tomando da família de Elyse Pahler, uma garota de quinze anos, que foi assassinada por três adolescentes, nos Estados Unidos. O processo foi retirado do tribunal, mas a família pode recorrer ao caso em sessenta dias. 

O advogado da banda alegou que não há nenhuma prova legal que faça o grupo ser responsável pelo crime. Os assassinos confessaram o homicídio e disseram que escutavam o som do Slayer tomando drogas. 

O crime foi parte de um ritual feito pelos três para que a banda deles ganhassem respeito e consideração. Eles deram maconha para Elyse, a esfaquearam e praticaram necrofilia.

 ÚLTIMO ALBÚM DO SLAYER
http://4.bp.blogspot.com/_howsmuqyAbo/TAxfd4P6O8I/AAAAAAAAAes/y2Ep--oLZ10/s1600/Slayer-God_Hates_Us_All-Frontal.jpg

O último CD do Slayer foi lançado com o nome de "God Hates Us All" - "Deus odeia todos nós",
Algumas Letras

Jesus Saves - Jesus Salva

Você vai à igreja
Você beija a cruz
Você será salvo a qualquer custo
Você tem sua própria realidade
Cristandade
Você desperdiça sua vida
Apenas beijando bunda
Um traço que cresceu
Assim que o tempo tem passado
Você pensa que o mundo vai
acabar hoje
Você louva o senhor
É tudo o que você diz
Jesus salva
Ouve você rezar
Você pensa
Você verá os portões perolados
Quando a morte leva você
Por todo respeito
Você não pode desejar
Num invisível homem
Você põe sua confiança
Dependência indireta
Eterna tentativa de anistia
Ele vai decicidr
Quem vive e quem morre
Satanás se eleva
Você será um acessório
Irreverência e blasfêmia
Jesus salva
Não é necessário orar
Os portões de pérola
Se transformaram em ouro
Parece que você perdeu seu caminho
Jesus poupa
Sem palavras de louvor
Sem terra prometida
Pra levar você
Não há outro jeito
 

In the Name of Go - EM NOME DE DEUS

Eu quero, convidar você, saudar você
Pro meu ódio, pro meu desprezo, pra mim mesmo
Saturá-lo, infestá-lo, traí-lo
Estimulá-lo, tão ávido pelas minhas mentiras


Pelas minhas mentiras...Mentiras
Mentiras em nome de Deus


Te pego - te gozo - te invado
Dilacero - cicatrizo a sua - inocência
Te mastigo - te engulo - torno você
Indefeso - preencho seu vazio
Com minhas mentiras...mentiras
Mentiras em nome de Deus


Neste mundo de merda, eu existo
O mundo perfeito conforme eu resisto
Desconecto os nervos da coluna vertebral
Profano as paredes da mente


Através destes olhos, nenhum amor está vivo
Através destes olhos, a efervescência nunca morre
Através destas mentiras, a compaixão está perdida
Através destas mentiras, aguarda o não-deus
Anticristo é o nome de Deus
Anticristo é o nome de Deus
Anticristo é o nome de Deus
Anticristo é o nome de Deus

Mandatory Suicide -

Suicídio Obrigatório

O assassino segue seus passos
A morte repentina de um brinquedo infantil
O atirador acerta seus joelhos
Caindo..você sente o calor?

Queime!!!

Emboscado pela nuvem de chumbo
Conte os buracos de bala em sua cabeça
Um jovem enviado para chorar
Vivendo o suicídio obrigatório

Suicidio... Suicídio...

Buracos queimam seu peito
Rasgado pelas metralhadoras
Uma caveira desesperada enviada para morrer
Vivendo o suicídio obrigatório

Deitado, morrendo, gritando de dor
Pedindo, implorando, balas caem como chuva
Mentes explodem, a dor corta seu cérebro
Amputação radical, isso é insanidade

O mata-moscas varre seu peito
Espinhos te rasgam enquanto você é empurrado morro abaixo
Soldado do infortúnio
Caçando, prendendo a respíração

Um cheiro horrível, parecendo a morte
Cadáveres, mortos e feridos
Se empilham nas ruas
Vidros quebrados, pedaços de roupa e restos humanos
Terror mortal
O sangue barato..está por todos os lados

Suicídio obrigatório
Massacre na linha de frente

 + letras aqui

Continua.....



0 comentários:

Postar um comentário

Comente, Questione, Critique, Aconselhe, Tire Dúvidas.

Mas difamações, ataques pessoais, trollagens, xingamentos, atitudes de intolerância, assim como comentários à serviço de militâncias políticas e religiosas não serão aceitos!

Fica reservado ao Blog Filhos de YHWH ou não, de comentários anônimos.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

468x60

energia a preço justo
Nelson Neto. Tecnologia do Blogger.
 
Filhos de Yhwh © 2012 | Designed by Nelson Neto