BRASIL TÚ ÉS ESCOLHIDO PARTE 1/42


Hoje começa uma contagem regressiva!

Daqui há algumas semanas faremos a “reinauguração/refundação” do Centro  Brasileiro de Adoração. Nos dias 20-24 de abril vamos erguer as nossas  vozes em adoração e intercessão ao Senhor durante 96 horas com irmãos de  Londrina e de todo o Brasil.

Será um momento muito profético onde profetizaremos novamente a palavra  do Senhor: Brasil! Tu és Escolhido! (tema desta mobilização).  Convidamos você para estar conosco. Marque na sua agenda!

Os detalhes da mobilização estarão em nosso site nas próximas semanas. A palavra de base, a visão, as promessas, a história, os convidados e muito mais. Tudo será escrito de uma forma ordenada às segundas, quartas e sextas-feiras de hoje (12 de janeiro) até o início da mobilização no dia 20 de abril. Fiquem ligados!

“REEDIFICANDO JUNTOS” 

Neste primeiro contato eu quero explicar para você como a “reinauguração” tem haver com nosso projeto “REEDIFICANDO JUNTOS” que procede da palavra de Amós 9:11-12.
Naquele dia, levantarei o tabernáculo caído de Davi, repararei as suas brechas; e, levantando-o das suas ruínas, restaurá-lo-ei (reedificá-lo-ei) como fora nos dias da antiguidade; para que possuam o restante de Edom e todas as nações que são chamadas pelo meu nome, diz o SENHOR, que faz estas coisas.

Essa palavra de Amós fundamentou a mobilização de adoração e intercessão que começamos em 2000 na ocasião do “Brasil, 500 Anos”, o mesmo ano que o Senhor nos deu a leitura da história brasileira “Brasil! Tu és escolhido!”  Essa palavra em Amós tem sido a palavra norteadora dos últimos 10 anos em que, progressivamente possuímos e conquistamos “espaços temporais”, feriados que renovam pactos espirituais das nossas cidades e da nossa nação, tais como: 07 de setembro, 12 de outubro, carnaval, dias “santificados”, a virada do ano, os aniversários de fundação de cidades. Todas essas datas tem significados espirituais.
Renovamos nossas alianças espirituais como famílias, cidades, e como nação brasileira nessas datas. E se é verdade que “a adoração é a maior arma de batalha espiritual”, então nessas datas precisamos dedicar mais tempo em adorar, do que falar sobre adoração; precisamos dedicar mais tempo no interceder, do que no falar sobre intercessão.

Durante os primeiros cinco anos, mobilizamos em igrejas, fábricas, galpões e inclusive uma mobilização de 72 horas na Câmara dos Vereadores de Londrina, de onde levantamos nossas vozes em adoração e intercessão pelo governo da nossa amada cidade.

E no dia 24 de março de 2005, após um ano de construção, inauguramos o Centro Brasileiro de Adoração. E começamos a possuir e conquistar espaços temporais diários, iguais no tabernáculo de Davi, onde sacerdotes fizeram turnos de adoração 24 horas por dia, misturando intercessão e profecia em palavra e canção. Dessa forma profetizaram sobre Israel o Reino/Governo de Deus.

Nesses turnos foram geradas canções que profetizam sobre nós até hoje. Os turnos de adoração e intercessão que temos feito visam dar voz ao “sacerdócio de todos os santos”. Voz em adoração na qual Deus manifesta a Sua presença. Voz em intercessão que tudo resume em:  Venha, Senhor, o Teu reino!

Ao longo de 10 anos temos mobilizado adoração e intercessão visando turnos 24/7 desde Londrina estendendo para toda a terra. Nosso estatuto consta isso. Essa é nossa razão de existir como ministério. Deus tem nos usado para mobilizar pessoas em adoração e intercessão em muitas cidades no Brasil e fora do Brasil. E vamos continuar!
Tempo de REEDIFICAR!

Nos dias da nossa “Confraria do Reino” em janeiro do ano passado, o Senhor tinha me dado uma palavra para a igreja em geral. Essa palavra está se cumprindo desde então em nós!

O Senhor havia dito que Ele tinha dado direções para o novo milênio em 2000. Como no nosso caso, outros tantos tinham recebido direções do Espírito Santo para começar obras, ministérios, projetos, programas, etc, a partir de 2000. E ao longo da primeira década tínhamos executado esses. Em alguns casos, bem.  Em outros, havia “desvios” como: desobediência, carnalidade, pecado, imaturidade e “não saber lidar com o novo”. Tudo isso contribuía para os “desvios” que haviam. E ouvi do Senhor que Ele estendia misericórdia para “realinhar” nossas obras, ministérios, projetos, programas, etc. com a “direção e condução” do Espírito Santo. Pois onde Deus dá uma “direção”, Ele também dá uma “condução” para a realização da “direção”.

Essa palavra foi confirmada por um irmão amado chamado Fábio Souza do ministério Rugido do Leão do Rio de Janeiro que também ministrou uma palavra na Confraria.  Ele disse que viu o calendário de 2010 sobreposto ao calendário do ano 2000, como se tivesse que relembrar as promessas e direções de 2000 para saber andar em 2010 em diante. Fábio também trouxe uma palavra de Amós 7:7-9 sobre o “prumo”. Que Deus estava estendendo um prumo sobre Sua casa para medir e “alinhar”.

Eu lembrava da palavra que entreguei em São Paulo em 2003: “tudo que pode ser abalado, será abalado.” Neste momento eu peguei cinco tijolos, representando os ministérios de apóstolos, profetas, evangelistas, pastores e mestres, e “marreta neles”  dizendo que Deus estava querendo ‘destruir’ o que não se alinhava com a edificação da Sua casa.  E que nossos ministérios estavam passivos a passar por uma grande ‘reforma’ da parte de Deus.

Mal sabia eu o que iria acontecer dentro de poucos meses!  Casa de Davi é um ministério profético que tem a característica de ser ‘sinal e símbolo.’  Vejo a mão de Deus disciplinando e corrrigindo um ministério profético.  E como ‘sinal e símbolo’ digo que o mesmo está por acontecer em toda a igreja.

Entendo que os 5 ministérios formam a ‘paternidade’ da família de Deus como o casal forma a ‘paternidade’ da família biológica. O apóstolo conduz a família de Deus a estabelecer a cultura do céu na terra. O profeta conduz a família de Deus na correção e disciplina quando deixamos essa cultura. O evangelista conduz a família de Deus a se multiplicar. O pastor conduz a família de Deus na cura e no amor e o mestre conduz a família de Deus no ensino da cultura do Reino.
Profeta que é profeta, entende que a disciplina e a correção procedem do amor profundo do Pai. Profeta que é profeta, entende que o Senhor vê o oculto e escondido que Ele há de revelar. Profeta que é profeta, entende que a disciplina do Pai nunca visa acabar com o filho.  O Pai disciplina o filho porque o filho tem um valor inestimável. Profeta, que é profeta, entende que a misericórdia do Pai conduz o filho ao arrependimento com uma sabedoria em que se revela todo o amor e os propósitos do Pai na vida do filho.

Profeta que é profeta, entende que a disciplina, a correção, e até a punição fazem parte da participação da Sua santidade. Profeta que é profeta, entende que Deus levantou o ministério profético como zelador da aliança com a Sua “esposa” Israel. Profeta que é profeta, entende que Jesus está chamando a Sua “esposa” a se arrepender desde os tempos em que as sete cartas do Apocalipse foram escritas (caps 2&3). Profeta que é profeta, sabe que isso faz parte da noiva se ataviar em preparação para a vinda do Noivo. Profeta que é profeta, tem que andar na luz e agradecer ao Pai a disciplina que nos alinha no “Caminho”.  Eu quero ser tal profeta.  A disciplina do Pai é boa e proveitosa.

Eu quero aqui registrar a minha gratidão ao Senhor.  Ele nos deu uma visão. Creio ser algo para a família de Deus, para a igreja, para o corpo de Cristo, para os filhos de Deus.  Ele nos fez ‘sinal e símbolo.’  Ele que pediu para mobilizar a adoração e intercessão da igreja.

Louvo a Deus por mais de 10 anos de condução do ministério. Louvo a Deus por tantos momentos de euforia na presença d’Ele. Louvo a Deus pela revelação do Seu amor, da Sua santidade, da Sua misericórdia e do Seu poder.

Louvo a Deus pelos sinais: uma chave, um segredo, Sua palavra viva, eficaz, atual, luz, condutora, e alinhadora.

Louvo a Deus pela Sua voz e pelo Seu silêncio.

Louvo a Deus pelos tantos irmãos em Cristo que conhecemos em viagens no Brasil, Argentina, Paraguai,  Uruguai, Austrália, Nova Zelândia, Estados Unidos e no México.  Louvo a Deus pelos pastores que abriram as portas de cidades para nós.  Louvo a Deus pela confiança estendida a nós para ministrar aos filhos de Deus espalhados em tantos lugares.

Louvo a Deus pelos seminários de ensino, pelas palavras proféticas, pelas canções e pelas mobilizações. Rio do Leão.  Brasil! Tu és Escolhido!  Companhia de João Batista!  Resgatai a Noiva!  A manifestação dos Filhos de Deus.  Louvo a Deus por 10 anos de aventura no Espírito Santo. Pelo privilégio de ser agente, instrumento, ferramenta na Sua mão para contribuir com a edificação do Seu Reino, da Sua família, da Sua casa espiritual.

Louvo a Deus por ter gerado um sonho em mim. Sonho do qual sou ‘refém’. Sonho que substituiu meus sonhos pessoais de noite. Sonho que me possuiu. Sonho ao qual me fiz escravo até que se realize. Sonho que respiro. Sonho que me persegue e que persigo.
Sonho de ver cidades e nações aliançadas com Jesus e vivendo o “reino de Deus”.  Sonho de ver a igreja de toda cidade unida para adorar a Jesus: evangélicos, católicos, tradicionais, pentecostais, enfim, todos que tem Jesus como único Senhor e Salvador e que o Pai procura para adorá-lO em espírito e em verdade. Sonho de ver a transformação de uma cidade, e até de uma nação, como reflexo dessa adoração.

Louvo a Deus pela promessa d’Ele para mim:  Nem olhos viram, nem ouvidos ouviram…
E quero registrar minha gratidão e aceitação da disciplina e correção do Amado Pai. Temos a tendência de jogar tudo fora quando passamos por uma disciplina. Falamos aos pais: você não me ama. Você não se importa. E outras coisas assim. Não entendendo que a disciplina não anula o que foi edificado em amor e obediência.

Eu quero afirmar e registrar: a disciplina, a correção, e, até a punição do Pai vem porque temos um valor inestimável para Ele.  Nossa obediência é indispensável pois o Reino de Deus começa em nós. Louvo a Deus pela correção, pela disciplina, pelo alinhamento de 2010. Louvo a Deus que Ele trouxe à luz o “oculto e escondido”.

Louvo a Deus pelos abalos, pois o que podia ser abalado, precisava ser abalado, afim de se realinhar com Seus planos e a Sua vontade.

Enfim, louvo a Deus pela promessa que Ele nos entregou centenas de vezes em 2010 encontrada em Ageu 2:6-9.

Porque assim diz o SENHOR dos Exércitos: Ainda uma vez, daqui a pouco, farei tremer os céus e a terra, o mar e a terra seca;  E farei tremer todas as nações, e virão coisas preciosas de todas as nações, e encherei esta casa de glória, diz o SENHOR dos Exércitos. Minha é a prata, e meu é o ouro, disse o SENHOR dos Exércitos.  A glória desta última casa será maior do que a da primeira, diz o SENHOR dos Exércitos, e neste lugar darei a paz, diz o SENHOR dos Exércitos.

Mike Shea
Casa de Davi

0 comentários:

Postar um comentário

Comente, Questione, Critique, Aconselhe, Tire Dúvidas.

Mas difamações, ataques pessoais, trollagens, xingamentos, atitudes de intolerância, assim como comentários à serviço de militâncias políticas e religiosas não serão aceitos!

Fica reservado ao Blog Filhos de YHWH ou não, de comentários anônimos.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

468x60

energia a preço justo
Nelson Neto. Tecnologia do Blogger.
 
Filhos de Yhwh © 2012 | Designed by Nelson Neto