BRASIL TÚ ÉS ESCOLHIDO 16/42


Moisés e o Faraó

“Deixa ir o meu povo, para que me celebre uma festa no deserto.” Êxodo 5.1

Um convite.

Impressionante, a fidelidade de Deus! Eu fico maravilhado com a fidelidade do Senhor!
Deus tinha prometido para o Abrão (pai sublime) que faria dele “pai de nações”. Em seguida Deus “carimbou” este escolhido com Sua promessa ao mudar seu nome para “Abraão”. Eu creio que esse carimbo acrescentado a sua experiência que teve com o Senhor em pessoa, levou Abraão a uma fé perseverante. Romanos 4.18-22 nos confirma isso: O qual, em esperança, creu contra a esperança, para que se tornasse pai de muitas nações, conforme o que lhe fora dito: Assim será a tua descendência; e sem se enfraquecer na fé, considerou o seu próprio corpo já amortecido {pois tinha quase cem anos}, e o amortecimento do ventre de Sara; contudo, à vista da promessa de Deus, não vacilou por incredulidade, antes foi fortalecido na fé, dando glória a Deus, e estando certíssimo de que o que Deus tinha prometido, também era poderoso para o fazer.

Fidelidade? Sim! Mais de 400 anos depois a promessa é realidade. A família de Abraão se tornou um clã que Deus levou ao Egito. O clã, em 12 tribos. As tribos se multiplicaram e formaram uma nação. Essa nação se tornou tão grande que Egito julgava ser uma ameaça interna. Por isso, escravizou a Israel. A escravatura gerou um “clamor” que Deus ouviu. E aí começa a história de Moisés.

Moisés foi escolhido para estender um convite de Deus para a nação escrava. Deus, Fiel a sua promessa feita a Abraão, convida Israel a sair do Egito e fazer uma aliança com Ele. Abraão creu quando Deus falou com Ele. Israel creu quando Moisés falou por Deus com eles.
Importante observarmos que Deus tratou com Israel como se já pertencesse a Ele. Fiel a promessa feita com Abraão. E no momento que Moisés fala com a liderança da nação, os chefes creram e aceitaram. Eles queriam fazer essa aliança com Deus. (Ex 4.30-31.)

A palavra que Moisés levou ao povo de Israel foi um convite para se aliançar com o Deus de Abraão, Isaque e Jacó. Deus convidou a nação a um encontro de 3 dias no deserto para celebrar essa aliança. E quero ressaltar o fato de Deus fazer uma aliança com a nação, não apenas indivíduos.

Hoje vivemos uma aliança muito individualista e deixamos de observar na bíblia como Deus faz e é Fiel com as alianças individuais e coletivas. Se a bíblia não revelasse isso eu podia não crer. Se as nações não tivesse um momento histórico de fazer alianças com Deus, eu podia ignorar.

O fato é que Deus se aliançou com Israel desde a promessa feita a Abraão. O fato é que com o avanço do Evangelho, muitas nações tem logrado sua aliança com Deus. E Deus está sendo Fiel em conduzir todas as nações ao juízo. Salmos 7.8 “O SENHOR julgará os povos…”
“Deixa meu povo ir” para Israel foi um convite para a nação entrar numa aliança com Deus que iria cuidar dela como “marido”. Essa é a linguagem dos profetas. Deus queria que Israel fizesse parte da história da Sua redenção de todas as nações. “Brasil! Tu és Escolhido!”
Uma ordem!

Moisés foi falar com o Faraó. Superando todo o estigma do seu passado, ele passou a mensagem que Deus tinha dado: Deixa ir o meu povo, para que me celebre uma festa no deserto. Ex. 5.1

É importante observar as alianças espirituais do Faraó. Como Faraó, ele era visto como “semi-deus”. Homem que se tornou deus, devido a sua consagração e aliança feita com o grande deus do Egito. Na hora da posse, era comum os líderes políticos fazerem esse tipo de aliança. Pesquisando a história de cada nação e povo, descobrimos que esse ato torna o líder político numa espécie de “deus encarnado”.

Quando Deus falou por Moisés ao Faraó, Suas palavras eram uma ordem. Deus estava ordenando ao Faraó e aos principados da nação que ele encarnava, que deixassem sair o povo de Israel ao encontro com Ele. Em seguida Deus julga, zomba e ridiculariza os deuses do Egito com as pragas que Ele executou no Egito. Cada praga expunha à vergonha respectivamente os 10 deuses principais do Egito. Tudo para que todos soubessem que não há outro deus como o Senhor! (Ex 7-12).

O convite do Senhor visava libertar Israel dos deuses do Egito. Observemos que o comando que Deus deu aos principados veio depois que Israel “fechou” com Deus. As pragas eram atos de justiça da parte do Senhor para que Egito e Israel soubessem que não há outro deus como Ele.

Brasil! Tu és Escolhido!

Na Próxima, vou compartilhar sobre as alianças que o Brasil tem e porque essa palavra tem tudo a ver conosco.

Um abraço.
Mike Shea
Casa de Davi
http://twitter.com/eliaquimike

0 comentários:

Postar um comentário

Comente, Questione, Critique, Aconselhe, Tire Dúvidas.

Mas difamações, ataques pessoais, trollagens, xingamentos, atitudes de intolerância, assim como comentários à serviço de militâncias políticas e religiosas não serão aceitos!

Fica reservado ao Blog Filhos de YHWH ou não, de comentários anônimos.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

468x60

energia a preço justo
Nelson Neto. Tecnologia do Blogger.
 
Filhos de Yhwh © 2012 | Designed by Nelson Neto