BRASIL TÚ ÉS ESCOLHIDO PARTE 7/42

 

Aaahhh! Lar, doce lar! E sonhando. Sonhando com a manifestação do reino de Deus na minha vida, minha cidade e na nossa nação. Arrependimento, transformação de vidas, lares, empresas, escolas…cura, libertação, ressurreição de mortos e muito mais.

Agora, pois, se diligentemente ouvirdes a minha voz e guardardes a minha aliança, então, sereis a minha propriedade peculiar dentre todos os povos; porque toda a terra é minha; vós me sereis reino de sacerdotes e nação santa. São estas as palavras que falarás aos filhos de “Brasil.”

Porque substitui “Israel” pelo “Brasil”? Porque numa experiência que tive lendo essa passagem eu “ouvi” Brasil.

Que importância tem isso? Que importância teve isso para Israel? Que importância pode ter isso para a nação brasileira? Para a igreja brasileira?

A valor dessas palavras se encontra na compreensão de profecias e revelações. “Não havendo profecia, o povo perece; porém o que guarda a lei, esse é bem-aventurado.” Pv 29.18

Profecias existem por causa do pecado e seu efeito na vida do ser humano: morte. Morte física, morte espiritual, enfermidade física, espiritual, emocional, psicológica, etc. O pecado gera surdez, cegueira, insensibilidade, e indiferença em relação a Deus e Seus caminhos, Seus estatutos e Seus juízos.

As palavras de Êxodo19:5-6 são proféticas; dadas por Deus porque se Ele não falasse, Israel não iria chegar a essa conclusão por si. Os textos das Escrituras tão cândidos em relação ao pecado dos patriarcas e do povo de Israel, me leva a deduzir que todos em Israel, desde o seu patriarca Abraão precisava de “profecia”. Precisava “ver”, ou seja “criar uma visão, uma expectativa, um sonho” de algo que não era realidade. E Abraão, Israel, e todos nós, não “vemos, enxergamos, pensamos, sonhamos ou imaginamos”, as coisas como Deus “vê, enxerga, pensa, sonha e imagina.” Por isso existe profecia.

A pessoa, a cidade e a nação que não tem a “visão” de Deus perece e se corrompe porque o pecado gera morte e corrupção. “Sem profecia, o povo perece.” Sem profecia o que vive no estado de pecado não enxerga, não sonha, não percebe, não imagina algo que possa gerar mudança e transformação. Sem profecia, o povo continua num redemoinho de corrupção, morte, destruição e perda.

Deus dá profecias em palavras, visões e sonhos para criar e estabelecer um novo conceito, um novo sonho, um novo alvo. Ele dá profecias para “alinhar” a visão do povo com a Sua.
Êxodo19:5-6 projeta uma visão para o povo de Israel de um conceito que eles não iriam ter de si, não fosse a profecia. Eles não se viam como “propriedade peculiar, reino de sacerdotes, e nação santa.” Por essas palavras, Deus compartilha a Sua visão em relação ao povo de Israel. Tendo sua identidade corrompida pelo pecado, Deus fala com Moisés afim de “projetar” uma visão. Deus quer pela profecia, lançar um novo conceito, um novo sonho, uma identidade verdadeira para esse povo.

Essa é a importância e o valor e o poder de uma profecia. Importa porque sem a profecia, o povo perece. O valor? A profecia traz a visão divina para um povo cego e surdo devido ao pecado. E a profecia tem o poder de mudar e transformar a vida de uma pessoa, uma cidade, e uma nação.

Eu sei que Êxodo19:6 não termina com a palavra “Brasil.” Eu sei que Deus mandou Moisés falar essas palavras ao povo de “Israel”. Diante disso, quero fazer algumas observações.
A “escolha” de Israel faz parte do divino plano de redenção da humanidade. “Deus amou ao mundo…” Aqui “mundo” se refere à humanidade e seu abrigo, a terra. Israel foi escolhido para redimir a criatura que Deus fez “à Sua imagem e semelhança.” Ele escolheu Abraão para fazer um povo. Escolheu Israel para ser “propriedade peculiar, reino de sacerdotes e nação santa.”
Abraão é uma figura simbólica de Deus-Pai. Israel é uma figura simbólica que representa a humanidade.

Deus-Pai fez para si um povo: a humanidade. Para Deus uma “propriedade peculiar”, a única feita à Sua imagem e semelhança. Escolhida por Ele para “reinar” na terra, pois Deus lhe deu “domínio” na terra. Escolhida por Ele para servir e andar com Ele como sacerdote. Feito por Ele para ser santo.

As palavras que Deus falou a Moisés ecoam a profecia de nação em nação, de geração em geração.

Somos “escolhidos” por Jesus. Podemos observar que o “evangelho/boas novas” profetizam sobre nós. A base de toda a profecia será o que está escrita na palavra. E essa base profética perdura de geração em geração. O evangelho profetiza uma nova visão, um novo conceito, um novo sonho de Deus para as nossas vidas.

A pregação do Evangelho começou em Israel e espalhou até os confins da terra durante as nossas vidas. No decorrer da pregação dessa palavra cidades e nações foram fundadas e edificadas, invocando o reino de Deus que esse Evangelho promete.

Os descobridores do Brasil invocaram o reino na hora da primeira missa. Os patriarcas da nação fizeram isso. De norte a sul, leste a oeste, cidades foram fundadas em cima dessa palavras proféticas do Evangelho. Eu não digo que foi perfeito. Não digo que todas as cidades foram fundadas numa aliança perfeita. Mas posso observar que Israel também não foi perfeito na hora de lograr sua aliança com Deus.

As palavras de Moisés trazem a visão de Deus para uma nação que tem uma aliança com Deus. Essas palavras são proféticas para Israel e para todas a nações que invocaram o reino de Deus em nome de Jesus.

Brasil! Tu és Escolhido! Uma propriedade peculiar! Reino de sacerdotes! Nação santa!
Essas palavras profetizam sobre nossa nação, pois hoje não é realidade. Mas será uma realidade na medida que a igreja cresce e participa da transformação da nossa nação.
 
*Quero convidar a você, leitor, a participar das nossas redes sociais.

Também quero te pedir que considere ajudar-nos pelo REEDIFICANDO JUNTOS! Clique aqui para se alistar com aqueles que mandam um apoio mensal para a manutenção do Centro Brasileiro de Adoração e seus ministros.

Mike Shea 

0 comentários:

Postar um comentário

Comente, Questione, Critique, Aconselhe, Tire Dúvidas.

Mas difamações, ataques pessoais, trollagens, xingamentos, atitudes de intolerância, assim como comentários à serviço de militâncias políticas e religiosas não serão aceitos!

Fica reservado ao Blog Filhos de YHWH ou não, de comentários anônimos.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

468x60

energia a preço justo
Nelson Neto. Tecnologia do Blogger.
 
Filhos de Yhwh © 2012 | Designed by Nelson Neto