BEATIFICAÇÃO DE JOÃO PAULO 2º LEVA A CRÍTICAS E POLARIZAÇÃO

Críticos questionam tempo recorde para canonização e ressaltam crise de abusos sexuais que vieram à luz sob papado anterior


A partir de domingo, o papa Bento 16 vai presidir o maior espetáculo papal desde a sua própria posse, em 2005: a missa de beatificação que irá colocar seu adorado antecessor um passo mais perto da canonização.

A beatificação é amplamente vista como uma forma não apenas de homenagear o papa João Paulo 2º, mas também de dinamizar a Igreja Católica Romana, após um período difícil. No entanto, como o próprio papado de 26 anos de João Paulo 2º, o procedimento já causou intensa divisão.

Foto: The New York Times
 
Visitantes conversam próximo a pôster do papa João Paulo 2º, na Praça São Pedro
Primeiramente, Bento 16 renunciou à tradicional espera de cinco anos e iniciou o processo apenas algumas semanas depois da morte de João Paulo 2º e os críticos de todo o espectro da Igreja Católica questionam essa pressa.

Outros dizem que a crise de abusos sexuais que vieram à luz sob o papado de João Paulo 2º é motivo contra a santidade. No sábado, pelo menos um grupo de vítimas está planejando um protesto mundial.

Os defensores, no entanto, dizem que a beatificação é simplesmente o selo oficial de aprovação para um papa popular que ajudou a derrubar o comunismo e que muitos católicos já consideram um santo.
Roma

As festividades devem atrair centenas de milhares de pessoas a Roma, a maior audiência desde 2005, quando os gritos de "Santo subito!" ou "Santidade agora", tomaram conta da missa fúnebre de João Paulo 2º.

"Essa beatificação é diferente, porque esse papa foi diferente. Ele é um homem com um papel na história, não apenas na história da igreja", disse Andrea Riccardi, fundador da Comunidade de Santo Egídio, um grupo liberal católico, e biógrafo de João Paulo II, que testemunhou em seu favour no processo de beatificação.

Para observadores do Vaticano, a beatificação de João Paulo 2º é um retrato perfeito da Igreja Católica no ano de 2011 – uma mistura de fé profunda e densa burocracia, devoção popular e política de poder de cima para baixo.

De muitas maneiras, a beatificação ressalta como Bento 16, um papa estudioso cuja papado tem sido abalado por crises e é intelectualmente orientado para a Europa, ainda deriva muito da luz e do calor de seu antecessor mais global e televisivo.

Mas isso também mostra como nuvens escuras ainda pairam sobre o papado de João Paulo 2º, pelo menos quando o assunto é a crise de abusos sexuais. Críticos dizem que, ao beatificar João Paulo 2º, o Vaticano está tentando fechar os livros de história antes de terem sido completamente abertos.

Questionado em uma recente conferência em Roma se a crise de abusos sexuais se tornou um problema no processo de beatificação, o Cardeal Angelo Amato, chefe da Congregação do Vaticano para as Causas dos Santos, disse: "O pecado existe. Nossos pecados existem. 

Mas eles não impedem a santidade dos outros”.

*Por Rachel Donadio

1 comentários:

  1. Milana disse...:

    O pecado existe. Nossos pecados existem.
    "Mas eles não impedem a santificação dos outros".
    ... Parece uma frase romantica não é?
    Só há um Deus e um só mediador (intercessor)entre Deus e os homens, Jesus o Cristo.
    Só intercede aquele está vivo para outro vivo. Jesus está vivo porque ressuscitou dentre os mortos. Seu sepulcro esta vazio.
    Desses homens mortais estão?
    Qdo serviram a um unico Deus e SENHOR?
    Ninguém santifica ninguém é algo individual, um processo diario de Temor ao Unico Senhor.
    Meu pecado impede sim a minha santificação, já que é individual sou eu que vou prestar contas Naquele Grande Dia.
    Ai daqueles que ensinaram errado.
    Ai daquele que por causa deles outros se perderam.
    Há daqueles que ficam na porta, não entram e nem deixam os outros entrarem.
    Quantas milhares de pessoas desde quando o Espirito Santo foi nos entregue foram usados para curar doenças, curar almas feridas, restaurar casamentos, restaurar familias, libertar os cativos de demonios...
    Existiram, existem e vão existir até Aquele Dia da Voltar de Jesus.
    Nenhum, nem mesmo os herois da Biblia Deus deixou escrito que a humanidade tinha que reverencia-los por tão grandes feitos e maravilhas. Somente a Jesus que se deu tamanha honra, porque somente Ele não era pecador. O respante foram e são homens e mulheres iguais a nós, cujo a unica diferencça era e é o Temor e a santificação diaria com busca na Palabra de Deus (biblia) e oração (não reza).

Postar um comentário

Comente, Questione, Critique, Aconselhe, Tire Dúvidas.

Mas difamações, ataques pessoais, trollagens, xingamentos, atitudes de intolerância, assim como comentários à serviço de militâncias políticas e religiosas não serão aceitos!

Fica reservado ao Blog Filhos de YHWH ou não, de comentários anônimos.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

468x60

energia a preço justo
Nelson Neto. Tecnologia do Blogger.
 
Filhos de Yhwh © 2012 | Designed by Nelson Neto