DENUNCIA DE PEDOFILIA EM HOLLYWOOD


Allison Arngrim (à esquerda) atuou em "Os Pioneiros". Ela disse que 
histórias sobre Corey Feldman e Corey Haim (à direita) sendo abusados como 
estrelas infantis eram comuns na década de 1980 e 90.

Foi mencionado em alguns artigos que as estrelas mirins que são introduzidas no "Sistema de Hollywood", muitas vezes, passam por todos os tipos de trauma e de abuso. Essa notícia perturbadora, basicamente, confirma que os casos de abuso infantil não acontecem por acaso, eles são comuns em Hollywood e podem ser considerados uma "epidemia horripilante". Esses tipos de histórias dizem muito sobre o estado de espírito daqueles que dirigem a indústria do entretenimento.

Denúncias recentes de Abuso Sexual de Crianças em Hollywood é apenas a ponta do Iceberg, dizem especialistas

Se essa série de recentes alegações forem verdade, Hollywood pode ter uma epidemia terrível em suas mãos. As duas últimas semanas trouxeram três relatórios distintos de abuso sexual infantil alegados na indústria do entretenimento.

Martin Weiss, um gerente de 47 anos de Hollywood que representou atores mirins, foi acusado em Los Angeles em 1 de dezembro de abusar sexualmente de um ex-cliente. Seu acusador, que era menor de 12 anos durante a época do suposto abuso, relatou às autoridades que Weiss disse-lhe "o que estavam fazendo era uma prática comum na indústria do entretenimento". Weiss se declarou inocente.

Em 21 de novembro, Fernando Rivas, 59 anos, um premiado compositor de "Vila Sésamo", foi indiciado sob a acusação de coacção de uma criança "se engajando em conduta sexualmente explícita" na Carolina do Sul. O compositor  também foi acusado de produção e distribuição de pornografia infantil.

 Jason James Murphy, 35, trabalhou como agente de elenco em Hollywood durante anos antes de seu seqüestro passado e abuso sexual de um garoto serem revelados pelo jornal Los Angeles Times em 17 de novembro. Os créditos de Murphy incluem colocar atores jovens em filmes como "Chegaram os Bears", "A Escola do Rock", "Doze é Demais 2" e no próximo "Três Patetas".

Revelações desse tipo vieram sem nenhuma surpresa à ex-estrela infantil Corey Feldman.

Feldman, 40, um sobrevivente de abuso sexual na infância alertou o mundo sobre os pedófilos que são atraídos para a indústria do entretenimento em agosto do ano passado[2011]. "Eu posso lhe dizer que o problema número 1 de Hollywood foi, é e sempre será a pedofilia", disse Feldman à Nightline da ABC. "Esse é o maior problema para as crianças nessa indústria ... É o grande segredo."

Outra estrela mirim de uma época anterior concorda que Hollywood há muito tempo teve um problema com a pedofilia. "Quando eu assisti a entrevista, toda uma série de nomes e rostos de minha história deu um zoom pela minha cabeça", Paul Peterson, 66, estrela de "The Donna Reed Show", uma comédia popular nos anos 1950 e 60, e presidente da A Minor Consideration, diz a FOXNews.com. "Algumas dessas pessoas, que eu conheço muito bem, ainda estão na ativa."

"Isso vem acontecendo há muito tempo", concorda a ex-estrela Alison Arngrim de "Os Pioneiros". "Foi a grande fofoca nos anos 80. As pessoas diziam: "Ah, sim, os Coreys, todo mundo já teve". "As pessoas falavam sobre isso como se não fosse uma grande coisa."

Arngrim, 49, estava se referindo a Feldman e sua co-estrela em "Os Garotos Perdidos", Corey Haim, que morreu em março de 2010, após anos de abuso de drogas.

"Eu literalmente ouvi dizer que eles foram "repassados", Arngrim disse. "A palavra foi que eles receberam as drogas e estavam sendo usados para o sexo. Foi horrível - essas crianças nem tinham ainda 18. Havia todos os tipos de histórias de que os dois tinham sido abusados sexualmente e foram totalmente corrompidos em todas as formas possíveis."

Na verdade, é a própria natureza de um aparelho de TV ou filme que convida os predadores, os peritos disseram à  Fox News.

"Um set de Hollywood com crianças pode se tornar um lugar que atrai pedófilos porque as crianças  podem ser vulneráveis ​​e menos cuidadas", explica o psicoterapeuta Dr. Jenn Berman, de Beverly Hills . "Uma coisa que sabemos sobre os atores, psicologicamente falando, é que eles são pessoas que gostam de muita atenção. Crianças naturalmente gostam de muita atenção, e quando você coloca uma criança  que não é supervisionado no set, ganhando atenção de alguém que é poderoso, isso cria uma vulnerabilidade para uma situação muito perigosa. "

Feldman, que afirma que ele era "cercado" por pedófilos, quando ele tinha 14 anos, diz que o abuso sexual por um "magnata", sem nome, de Hollywood levou à morte de seu amigo Haim com a idade de 38. "Essa pessoa precisa ser exposta, mas, infelizmente, não posso ser o único a fazê-lo", disse Feldman à Nightline.

"Há mais de uma pessoa para culpar", diz Arngrim. "Tenho certeza de que não era apenas uma pessoa que abusou sexualmente de Corey Haim, e eu tenho certeza que não era só ele e não apenas Corey Feldman que sabia sobre ele. Tenho certeza de que dezenas de pessoas estavam cientes da situação e decidiram não denunciá-lo. "

Arngrim, membro da diretoria e porta-voz nacional do protect.org, uma organização que trabalha para proteger as crianças de abuso físico, sexual e emocional, diz que a ganância em Hollywood permite que predadores sexuais floresçam. "Ninguém quer parar o trem da alegria", diz Arngrim. "Se um ator criança está sendo abusado sexualmente por alguém no show, é a família, agentes ou gerentes - as pessoas que estão recebendo dinheiro dele - que vão dizer, 'OK, vamos apresentar queixa? Não, porque ele vai parar o show. Então, a pressão é que não haja nada para dizer. "

"É quase um sacrifício que muitos pais se fazem de esquecidos da situação - para que tipo de ambiente que eles pensam que estão empurrando seu filho?", disse Peterson. "O 'sexo por fama' é uma coisa real, e às vezes apenas conseguir uma consulta faz com que as pessoas façam coisas desesperadas."

Arngrim, que revelou seu próprio abuso sexual em sua autobiografia de 2010, "Confessions of a Prairie Bitch", explica: "Eu ouvi de vítimas de todo o país. Todo mundo diz o mesmo tipo de história, todos são orientados a manter segredo, todo mundo está ameaçado de alguma coisa. Corey Feldman pode ter aberto uma lata de vermes por falar, mas sim, isso continua."

Apesar de Feldman falar abertamente sobre o abuso, ele não nomeou o predador. "As pessoas não querem falar sobre isso porque eles têm medo de suas carreiras", diz Peterson. "Da minha perspectiva, o que Corey fez foi muito corajoso. Seria realmente maravilhoso se suas alegações alcançassem todas as camadas protetoras e identificasse as pessoas reais que fazem parte de um anel, em todo o mundo, de pornografia infantil, porque é enorme e não respeita fronteiras, assim como não respeita a idade de crianças envolvidas."

- Fonte: FOX News

0 comentários:

Postar um comentário

Comente, Questione, Critique, Aconselhe, Tire Dúvidas.

Mas difamações, ataques pessoais, trollagens, xingamentos, atitudes de intolerância, assim como comentários à serviço de militâncias políticas e religiosas não serão aceitos!

Fica reservado ao Blog Filhos de YHWH ou não, de comentários anônimos.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

468x60

energia a preço justo
Nelson Neto. Tecnologia do Blogger.
 
Filhos de Yhwh © 2012 | Designed by Nelson Neto