DESPERTADOR DA MORTE

 
Os cemitérios estão sendo transformados no quarto de dormir de milhares e milhares de pessoas que, acredite se quiser, ainda não morreram.
Estão vivas… Ou quase isso. Encontram-se num estado realmente precário, necessitando urgente de algo que as tragam de volta à verdadeira vida. Algo como o… Despertador da Morte.

A preposição usada nos leva a mais de um significado, e acredito que a maioria das pessoas logo conclui que, aqui neste caso, Despertador da Morte refere-se a um despertador que pertence à morte. A mensagem que gostaria de tratar hoje na verdade segue outro contexto. O que eu particularmente batizei como “Despertador da Morte” é algo que irá lhedespertar da morte, e não que pertence à mesma.

Morte? Que morte? Do que você está falando?

Refiro-me a uma curiosa e bem profunda passagem que se enquadra perfeitamente com o estado espiritual de muitas pessoas que nem sequer o percebem. Ela se encontra em Efésios 5.14, acompanhe:
Pelo que diz: Desperta, ó tu que dormes, e levanta-te dentre os mortos, e Cristo te esclarecerá.”
Está vendo? Não sou eu quem estou pegando pesado. Paulo é quem começou, já mandando essa granada espiritual em cima dos efésios e que hoje serve perfeitamente para a igreja dos últimos dias. O apóstolo parece não ter pensado duas vezes ao usar a metáfora DESPERTAR, uma vez que, ao receber notícias de como andava os cristãos de Éfeso, concluiu que todos não estavam fazendo outra coisa senão DORMINDO. E dormindo muito. Dormindo como mortos!

O que Paulo estava querendo dizer com esse simbolismo é bem óbvio, apesar de altamente necessário ser lembrado. Estar “dormindo”, ou pior, “morto”, é não estar fazendo nada. É estar parado, sem ações, sem obras, sem frutos.
“Assim também a fé, se não tiver obras, é morta em si mesma.” (Tiago 2.17)

À luz da Bíblia, também é considerado “morto” – e isso chega até ser um paradoxo – aquele que ama muito a sua própria vida. Está demasiadamente preso a ela, à suas concupiscências, seus prazeres, suas mordomias. Pessoas que estão na igreja, intitulam-se como “crentes” e às vezes até como “cristãos”, mas que levam uma vida à vontade. 
Sem compromisso algum. Não estou falando de gente que anda com pecados escondidos ou algo parecido. Não, eles até são, de certa forma, “retos”, mas são aqueles servos que só fazem o que lhe é obrigado. E o próprio Cristo quem adverte que “os servos que fazem somente o que devem fazer, são considerados inúteis” (Lc 17.10)
Amam demais às suas próprias vidas para se preocupar com alguma obra missionária, algum relacionamento mais íntimo com Deus, qualquer tipo de renúncia…
“porque aquele que quiser salvar a sua vida perdê-la-á, e quem perder a sua vida por amor de mim achá-la-á.” (Mt 16.25)

Estão, infelizmente, dormindo. O sono da morte. Totalmente indiferentes a tudo e todos ao seu redor. Hey, meu amigo, espero que este não seja o seu estado, mas caso seja, tome como Despertador da Morte essa poderosa palavra que Paulo escreveu e busque ainda hoje se possível, levantar-se de tal marasmo espiritual e correr atrás de uma nova e inesquecível experiência com o Pai. 

Ele não apenas quer vê-lo acordado como precisa de ti acordado, bem disposto, com todas as energias possíveis para executar Sua boa obra. Será que Deus pode contar contigo, ou você vai preferir continuar estático na cama de um cemitério?

0 comentários:

Postar um comentário

Comente, Questione, Critique, Aconselhe, Tire Dúvidas.

Mas difamações, ataques pessoais, trollagens, xingamentos, atitudes de intolerância, assim como comentários à serviço de militâncias políticas e religiosas não serão aceitos!

Fica reservado ao Blog Filhos de YHWH ou não, de comentários anônimos.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

468x60

energia a preço justo
Nelson Neto. Tecnologia do Blogger.
 
Filhos de Yhwh © 2012 | Designed by Nelson Neto